Está tudo dentro de si

March 26, 2018

No dia em que a Leonor soube que tinha um cancro o seu meu mundo desabou.

Esta frase soa a cliché, pois afinal é isso que toda a gente sente quando lhe diagnosticada uma doença que todos sabem ter uma elevada probabilidade de morrer. Mas não há outra forma de descrever aquele momento.

Leonor tem 45 anos e 3 filhas. Foi só nelas que pensou o tempo todo.

Precisava de tempo para se recompor, de espaço, mas isso não é possível, é necessário começar os tratamentos o quanto antes.

Leonor, que sempre foi uma mulher de tomar as rédeas da sua vida e comandar, sentia-se agora impotente, a ser literalmente arrastada!

Sempre teve um forte espírito de iniciativa, pelo qual todos a reconheciam, mas neste momento Leonor era uma sombra, apática e triste, e pensava para si como arranjar forças? 

Não lhe bastaria pensar nas suas filhas para que conseguisse ultrapassar tudo? Ainda nem havia dor física e mau estar e já Leonor se sentia um caco. Assolada pelos seus pensamentos, de relatos que sempre ouviu dos tratamentos, de mortes, de vidas viradas do avesso, depressoes, famílias destruídas. Na cabeça de Leonor não existia qualquer pensamento positivo. Ela, que sempre teve uma atitude vencedora, não conseguia agora vislumbrar qualquer sinal de otimismo. 

Dizem que nada acontece por acaso e que atraímos as pessoas para o nosso caminho. Sara, uma amiga de Leonor que tudo tentava fazer para a animar e encontrar soluções para aquele estado de tristeza, falou-lhe de uma colega que havia conhecido recentemente e que estudava Hipnose. Ela não lhe sabia explicar em que consistia a técnica, mas por aquilo que a colega lhe tinha descrito, sabia que valia a pena tentar! Assim convenceu Leonor a experimentar uma sessão. Leonor só quer se sentir melhor, embora já não tenha grande esperança nisso. Só quer fazer os tratamentos de quimioterapia e ver como tudo isto vai acabar. Na sessão de Hipnose permitiu-se relaxar, e deixou-se guiar pelas palavras da Hipnoterapeuta. Leonor deu por si, a imaginar e a sentir, coisas que há muito não sentia. Deixou o seu imaginário levá-la àquela praia que ela adorava, onde ela se sentia feliz e segura, onde sempre brincava com as suas filhas, sentiu a temperatura amena e a brisa no rosto, ouviu as risadas das suas filhas e as ondas do mar, e ela própria permitiu-se libertar um grande sorriso. Uma satisfação imensa inundou Leonor naquele momento! 

Quando terminaram a sessão Leonor estava incrédula e agradeceu à Hipnoterapeuta por aquele momento. Ao que ela lhe respondeu com um sorriso: "Não me agradeça. Eu apenas fiz com que a Leonor utilizasse os seus recursos. Está tudo dentro de si. Essa praia é sua, essa sensação de liberdade, as risadas das suas filhas, o seu próprio sorriso. É tudo seu e pode ir até lá, no seu imaginário, sempre que quiser e desfrutar dessa sensação"! 

Sara estava à sua espera. Não foi preciso dizerem nada...trocaram um olhar, deram um abraço e nesse abraço Sara sentiu que a amiga tinha uma outra energia. E assim seguiram em silêncio todo o caminho até ao tratamento. Leonor nesse dia entrou no hospital com um leve sorriso nos lábios e os olhos cheios de esperança. Foi tudo diferente nesse dia. Enquanto fazia o tratamento lembrava as palavras da Hipnoterapeuta "Está tudo dentro de si!" E assim, durante esta sessão de quimioterapia, Leonor foi até à sua praia num momento de auto hipnose que ela nem sabia ser capaz de fazer. 

Please reload

Our Recent Posts

Tudo a postos

May 9, 2018

A voar sobre um lago

April 23, 2018

Eu, no futuro

April 13, 2018

1/1
Please reload

Tags

Please reload

 

©2018 BY VIDA COM HIPNOSE. PROUDLY CREATED WITH WIX.COM