Um parto feliz

April 3, 2018

Ana queria muito ser mãe. 

Aquela gravidez era tudo o que desejava e não via a hora de ter o seu bebé nos braços.

6 meses de gravidez e uma grande ansiedade.

Ouvia tantas histórias de partos difíceis e não conseguia evitar que estas mexessem com a sua tranquilidade.

Mas se todos dizem que deve ser um momento tranquilo e feliz, porque razão insistem em descrevê-lo com pormenores que nada têm de felizes?

Dizem que depois esquecemos tudo, no momento em que sentimos o nosso filho nos braços a dor torna-se insignificante, mas em todas as histórias que lhe contavam existiu dor, trauma, recuperação difícil, horas a perder de vista em trabalho de parto, sequelas.

Ana deixava todos estes cenários lhe inundarem o pensamento e quase parecia real essa angustia.

Pesquisava na internet sobre relaxamento, ouvia música clássica, técnicas de mindfulness, entre tantas outras coisas, numa busca incessante por algo que a tranquilizasse.

No seu curso de preparação para o parto abordaram uma técnica que Ana não conhecia - a Hipnose!

Ana estava muito curiosa sobre o que mais poderia aprender para tentar que aqueles pensamentos lhe saíssem da cabeça.

Nessa sessão a Enfermeira começou por um simples exercício para demonstrar a técnica.

Pediu a todas as grávidas e seus acompanhantes que fechassem os olhos. e imaginassem o momento do parto.

Em todos os rostos havia um sorriso ao imaginar esse momento, mas também olhos cerrados e maçãs do rosto contraídas, como se a sentir as dores que imaginavam que iriam ter. Apertavam as mãos dos seus acompanhantes com força.

A Enfermeira pediu que se concentrassem na sua voz, e que se permitissem visualizar ou sentir uma onda relaxamento a descer pelos seus corpos.

Ao mesmo tempo que inspiravam e expiravam profundamente, sentiam esta onda de relaxamento, que podia ter uma cor, um som, um cheiro ou uma sensação. Desde o topo da cabeça, todos os músculos a descontrair, a onda de relaxamento a massajar o couro cabeludo, descontrair cada pequeno músculo em torno dos olhos, as maçãs do rosto, maxilares, pescoço, deixar cair os ombros, aliviar a tensão nas costas, zona abdominal, uma sensação de leveza e bem-estar qu

 

e percorria todo o corpo.

E à medida que iam fazendo este exercício, era evidente a alteração de postura e era possível observar cada um a descontrair. Ao som de uma música tranquila e da voz doce da Enfermeira, continuaram aquele exercício. Uma onda de relaxamento do topo da cabeça à ponta dos pés.

Depois deste momento, mantiveram-se com os olhos fechados, e a Enfermeira pediu que imaginassem o momento do parto, a emoção de verem os seus bebés e os sentirem pela primeira vez. Foi como se o rosto de cada grávida se iluminasse. Neste exercício, ninguém pensou em dor. Cada grávida permitiu-se relaxar e deixar que sua mente fosse inundada pelas sensações mais positivas do parto.

Quando terminaram o exercício, sentia-se na sala a emoção daquelas futuras mães, que por um momento se permitiram não pensar nos receios e nas histórias de partos difíceis. Todas abriram os olhos com rostos felizes e emocionados, como se tivessem mesmo acariciado o seu bebé.

Ana pegou no CD que a Enfermeira entregou com a musica e o guião que tinha utilizado no exercício de Hipnose. Queria ouvi-lo vezes sem conta e assim sentir-se dia após dia mais tranquila.

E o mais incrível é que após ouvir algumas vezes o CD, Ana percebeu que podia aceder àquelas sensações de relaxamento, bem-estar e felicidade, em qualquer lado a qualquer hora, bastando para isso fechar os seus olhos.

Please reload

Our Recent Posts

Tudo a postos

May 9, 2018

A voar sobre um lago

April 23, 2018

Eu, no futuro

April 13, 2018

1/1
Please reload

Tags

Please reload

 

©2018 BY VIDA COM HIPNOSE. PROUDLY CREATED WITH WIX.COM